Alunos de Rodeio assistem à reunião do Parlamento Jovem de Indaial
Entre os objetivos da visita está a implantação do programa Parlamento Jovem na Câmara de Rodeio
por Redação 09/05/2019 às 12:59 Atualizado em 09/05/2019 às 13:04

A reunião ordinária do Parlamento Jovem desta quarta-feira, dia 8, contou com a presença dos alunos do 2ª ano (ensino médio integral) da Escola de Educação Básica Osvaldo Cruz, de Rodeio, acompanhados dos professores Dalila Terezinha Pacher Cardoso e Josimar Theiss. A visita faz parte do projeto Construindo Cidadania, que visa a integrar os alunos à política.  

Além de aprenderem mais sobre política, prestigiando a sessão do Parlamento Jovem, os estudantes terão um novo desafio: “levar a proposta para a Câmara dos Vereadores de Rodeio, para ter a Câmara Jovem também na cidade”, destacou Cardoso.

Maio Amarelo

O Maio Amarelo, movimento internacional que tem o objetivo de reduzir os acidentes de trânsito por meio de ações coordenadas entre o Poder Público e a sociedade civil, foi o principal assunto abordado na reunião do Parlamento Jovem. O educador de trânsito, Willian Gonzaga Dias, e a agente de trânsito, Sheila Daiana Almeida, apresentaram uma palestra sobre segurança no trânsito.

Dias destacou que, diferente do que muitos pensam, o trânsito não é composto só por veículos, é a “utilização das vias por pessoas, veículos, e animais, isolados ou em grupos, conduzidos ou não, para fins de circulação, parada, estacionamento e operação de carga e descarga”.  Ele também mencionou algumas ações que podem causar graves acidentes, como dirigir embriagado ou em alta velocidade e usar o celular na direção. 

A agente de trânsito, por sua vez, frisou que os cuidados no trânsito devem ser tomados durante todo o ano, e não somente no Maio Amarelo. Por fim, ela defendeu que as pessoas precisam mudar suas atitudes no trânsito e ter empatia pelos outros, para construir um trânsito mais seguro.

Em outro momento da reunião, a vereadora jovem Luisa Gabrielle Elias também falou sobre o tema. Ela lembrou que o movimento, em Indaial, foi instituído por meio da lei nº 4.988/2014, destacando as ações de conscientização previstas na norma: debates sobre as responsabilidades de cada cidadão no trânsito; palestras e intensificação das atividades elaboradas pelo programa Aluno Guia, entre outras. 

Concluindo a reunião, a presidente da Mesa, Luana Beatriz Masson, salientou que a intenção do Maio Amarelo “é colocar em pauta a segurança viária e mobilizar toda a sociedade para discutir o tema, estimulando o cidadão a promover atividades voltadas à conscientização, ao amplo debate, e à avaliação de riscos sobre o comportamento de cada um no trânsito”.