Câmara aprova projeto que trata de inserção de senhas para deficientes visuais
A medida adequa o sistema de atendimento ao público, incluindo senhas sonoras ou com impressão em braile, nos estabelecimentos públicos ou privados que utilizam o recurso de senhas eletrônicas.
por Redação 05/05/2021 às 10:56 Atualizado em 05/05/2021 às 11:27

Atualmente, Indaial possui mais de 1,5 mil pessoas com deficiência visual (cegas ou com baixa visão), segundo dados da Secretaria Municipal de Saúde. Pensando em garantir mais acessibilidade a esses moradores, a Câmara aprovou, na terça-feira (04), o projeto de lei que trata da adequação do sistema de atendimento ao público e da inserção de senhas sonoras ou com impressão em braile, nos estabelecimentos públicos e privados que utilizam o recurso de senhas eletrônicas. 

A medida traz alternativas para que os estabelecimentos cumpram a legislação, se sancionada pelo Executivo, sem terem de adquirir novos sistemas de senhas.  A instituição que não tiver senhas em braile, por exemplo, deverá implantar a senha com aviso sonoro por voz ou disponibilizar um atendente para auxiliar a pessoa com deficiência visual, enquanto ela estiver no recinto. 

O projeto aprovado, de autoria dos vereadores Ana Paula Reiter, Márcio Selhorst e Roger Knipers, foi encaminhado ao Executivo, para ser sancionado e virar lei. Após a sua publicação, os estabelecimentos terão 180 dias para se adequarem às novas regras. 

Acesse aqui o resumo completo da reunião.


Foto: Freepik

Assuntos: Geral