Censo Demográfico 2022 é assunto na tribuna
Há uma semana, 42 recenseadores do IBGE estão percorrendo as ruas de Indaial para retratar a realidade do município.
por Redação 10/08/2022 às 11:27 Atualizado em 10/08/2022 às 12:38

Após dois anos de atraso por conta da pandemia, os recenseadores do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) iniciaram, há uma semana, a coleta domiciliar em todo o país para atualização do Censo Demográfico. A coordenadora do posto de coleta do instituto em Indaial, Graziele Pedtri de Mello, usou o espaço da tribuna do Legislativo, nesta terça-feira (9), para esclarecer algumas questões sobre o assunto. 

Ao todo, 42 recenseadores do IBGE estão percorrendo as ruas de Indaial para a atualização do Censo Demográfico, a fim de retratar a realidade do município. Segundo Graziele, o objetivo é “fazer um trabalho com dados fieis à realidade, para que os próximos dez anos da cidade possam ser planejados com esses dados”. 

Para evitar o receio dos moradores em responder os questionamentos, a coordenadora esclarece que os recenseadores estão sempre uniformizados com o colete de identificação, crachá e o Dispositivo Móvel de Coleta (DMC). A identidade do agente do IBGE pode ser identificada pelo telefone 0800 721 8181, pelo site respondendo.ibge.gov.br ou ainda por meio do QR Code disponibilizado no crachá do recenseador. 

Segundo Graziele, todas as informações coletadas são sigilosas e usadas exclusivamente para fins estatísticos, não havendo cruzamento com outros órgãos. “Esses dados não vão ser divulgados de forma individual, sempre serão por setores, para fins estatísticos”, destaca.  

Outra questão levantada pela coordenadora é a possibilidade de responder o questionário por telefone ou fazer o autopreenchimento pela internet. Em qualquer um desses casos, entretanto, o morador terá um contato inicial com o recenseador, para passar seu número de telefone ou endereço de e-mail. A partir daí um código de acesso será gerado, com o prazo de sete dias, para que as perguntas sejam respondidas remotamente. 

Assuntos: Geral