Dia da Consciência Negra é destaque no Parlamento Jovem
Reunião ocorreu na quinta-feira (21)
por Redação 22/11/2019 às 13:06

O Dia da Consciência Negra, comemorado em 20 de novembro, foi um dos assuntos destaques na reunião do Parlamento Jovem desta quinta-feira (21). O estudante Raul Noetzold explicou que a data foi escolhida em homenagem a Zumbi, líder do Quilombo de Palmares, que morreu em combate, no dia 20 de novembro de 1695, lutando contra a escravidão no período do Brasil Colonial. 

“O dia da consciência negra surgiu para lembrar o quanto os negros sofreram desde a colonização do Brasil, suas lutas e suas conquistas”, destacou o vereador jovem, acrescentando que precisamos “ter mais consciência humana, sem discriminar raças, ideologias, origens ou gostos”.  

A vereadora jovem Kamille Dickmann aproveitou a ocasião para falar sobre o preconceito. Para ela, é inadmissível ser preconceituoso “com uma pessoa somente por ela ter seu próprio estilo de se vestir, de música, ou em razão de sua sexualidade”. 

Em outro momento da reunião, a vereadora jovem Kauani Anacleto abordou a poluição ambiental. Ela citou uma série de problemas ambientais causados pela ação do homem, como poluição, desmatamento de florestas e queimadas, e pediu que todos se “unam para que tenhamos um futuro melhor”.  

Outros assuntos também foram discutidos na reunião, como a honestidade, o Dia da Bandeira, a cidadania e o respeito, trazidos, respectivamente, pelos estudantes Ângelo Silveira, Adriano Schwarzer, Kelvin Macedo e Maria Clara Bortoluzzi. 

Indicação

Ainda durante a reunião, os vereadores jovens discutiram e aprovaram uma indicação, de autoria do estudante Antônio Valcir Zucatelli. Ele solicitou a implantação de duas lombadas e a instalação de placas de sinalização advertindo sobre a saída de crianças e a área escolar, nas proximidades da escola situada na rua Anna Bauer, bairro Warnow. 

Assuntos: Geral