Dia do Escoteiro e gravidez na adolescência na pauta do Parlamento Jovem
Os vereadores jovens também discutiram e aprovaram duas indicações
por Redação 26/04/2019 às 13:03 Atualizado em 26/04/2019 às 13:14

O Dia Mundial do Escoteiro, comemorado em 23 de abril, foi um dos temas levantados na sessão ordinária do Parlamento Jovem de quarta-feira (24). Luana Beatriz Masson, presidente da Mesa Diretora, explicou que o dia 23 de abril também foi escolhido para ser a data de fundação do 17º Grupo Escoteiro Duque de Caxias de Indaial.

Ela finalizou seu pronunciamento parabenizando os escoteiros, ex-escoteiros, e amigos que, de alguma forma, contribuíram para essa história ainda em andamento. “São 60 anos do aprender fazendo, de ajuda o próximo e de deixar o mundo um pouco melhor do que o encontramos”.

 A gravidez na adolescência foi outro assunto abordado na reunião. A vereadora jovem Vitória Siqueira discursou sobre o tema, lembrando que quando ocorre uma gravidez indesejada nesta fase da vida, o preconceito faz com que a culpa seja jogada exclusivamente sobre a mulher, não trazendo responsabilidades ao homem.  

A estudante ainda defendeu a conscientização dos jovens como forma de prevenir a gravidez na adolescência, “seja através de campanhas nas escolas, seja nas conversas à mesa junto com os filhos”. 

Indicações

Em outro momento da reunião, os jovens vereadores discutiram e aprovaram duas indicações. A primeira foi apresentada pela presidente da Mesa, Luana Beatriz Masson, solicitando a construção de uma passarela na ponte sobre o ribeirão Encano, localizada na rua Dr. Blumenau. 

O pedido, conforme a vereadora, visa a proporcionar maior segurança às pessoas que passam diariamente pelo local, incluindo os estudantes da escola Florentino Vetter. 

A outra indicação aprovada solicita estudos para construção de uma unidade de Pronto Atendimento no bairro Warnow. Segundo o autor, vereador jovem Júlio Henrique Pereira, a reivindicação visa a atender um pedido dos moradores, já que a distância do bairro até o Sais ou até o Hospital Beatriz Ramos dificulta o rápido atendimento.