Fossas ecológicas poderão ser usadas em Indaial
A ideia é permitir que qualquer cidadão possa instalar esse modelo de fossa em sua residência, desde que não seja atendida pelo sistema de tratamento público de esgoto, hoje administrado pela Casan.
por Redação 22/11/2021 às 09:17 Atualizado em 22/11/2021 às 09:30

Começou a tramitar na Câmara, na reunião do dia 16, a proposta que autoriza o uso e a construção de fossas ecológicas por evapotranspiração, quando não houver rede pública de coleta e tratamento de esgoto. Segundo o projeto, a fossa por evapotranspiração já é utilizada em Indaial por meio de convênio com a Casan, em propriedades beneficiadas com o projeto Ribeirão Mais Verde. 

Para os autores da proposta, vereadores Anderson Luz dos Santos e Jonas Lima, a ideia é permitir que qualquer cidadão possa instalar esse modelo de fossa em sua residência, desde que não seja atendida pelo sistema de tratamento público de esgoto, hoje administrado pela Casan. Conforme o projeto, o interessado em instalar a fossa ecológica deve solicitar cópia do projeto na Prefeitura, assinar o termo de concordância de uso do modelo e providenciar a instalação. 

A proposta de lei está sendo analisada pelas Comissões Permanentes da Câmara e, se receber pareceres favoráveis, será encaminhada ao Plenário para discussão e votação, em dois turnos. 

Fossa ecológica por evapotranspiração

A fossa ecológica por evapotranspiração consiste em uma caixa de concreto de seis metros quadrados, instalada em um buraco no terreno. Dentro dessa estrutura são disponibilizadas camadas de pneus, de britas e de terra e, na superfície, é plantado o vetiver, uma espécie de capim usado para conter a erosão. Terminada a obra, é só fazer a ligação com o encanamento da casa. 

      

Assuntos: Geral