Parque Girassol é assunto na Tribuna
O diretor executivo do consórcio, Fernando Tomaselli, apresentou as principais ações ambientais desenvolvidas no parque
por Redação 01/09/2021 às 14:00 Atualizado em 01/09/2021 às 14:19

O Parque Girassol, administrado pelo Consórcio Intermunicipal do Médio Vale do Itajaí (CIMVI), foi tema da Tribuna, na sessão de terça-feira (31). O diretor executivo do consórcio, Fernando Tomaselli, apresentou as principais ações ambientais desenvolvidas no parque, onde também está localizada a sede do CIMVI. 

Conforme Tomaselli, o parque, situado no bairro Araponguinhas, em Timbó, conta com 453 mil m² de área total e opera cerca de 4,7 mil toneladas de resíduos sólidos mensalmente. Constituído como unidade de educação ambiental e valorização de resíduos, o parque abriga o Aterro Sanitário, trilhas ecológicas e o Centro de Valorização de Resíduos. 

Quanto às ações diretamente relacionadas aos resíduos sólidos de iniciativa do consórcio, Tomaselli citou algumas, como os ecopontos, locais destinados à entrega voluntária de eletrônicos, mobílias, vidros e óleo de cozinha; a coleta seletiva, que hoje ocorre em todas as cidades que integram o CIMVI; a usina térmica, que transforma a matéria orgânica em biogás e, posteriormente, em energia elétrica; e a padronização da embalagem para a coleta seletiva para os municípios consorciados. 

O projeto “Vale muito cuidar” também foi mencionado por Tomaselli. Segundo ele, o projeto visa a se desdobrar em outras ações: “Vale preservar”, “Vale proteger”, “Vale experimentar”, “Vale conhecer”, “Vale plantar” e “Vale reciclar”. 

O diretor destacou, por fim, que a responsabilidade com os resíduos não é só do Poder Público, mas do cidadão gerador, que deve separá-los corretamente. “Seja empresa, comércio, indústria ou cidadão comum, eu sou um gerador de resíduos de um passivo ambiental e tenho a responsabilidade primeira de fazer os encaminhamentos”. 





Assuntos: Geral