Trabalho realizado pelo Sinserpi é assunto na tribuna desta terça-feira (29)
Ivo Schnaider também trouxe reivindicações da categoria, como o reajuste inflacionário do auxílio alimentação e o aumento real dos salários.
por Redação 30/11/2022 às 12:26 Atualizado em 30/11/2022 às 12:37

Na sessão ordinária desta terça-feira (29), o espaço da tribuna foi ocupado pelo presidente do Sindicato dos Servidores no Serviço Público Municipal de Indaial (Sinserpi), Ivo Schnaider. Na oportunidade, ele falou sobre o trabalho que vem sendo realizado pelo sindicato e trouxe novas reivindicações da categoria, como o reajuste inflacionário do auxílio alimentação e o aumento real dos salários.

Ivo iniciou seu discurso destacando que representa 2.100 servidores públicos municipais, que atendem diretamente a população em diversas áreas, como educação e saúde, e que merecem ser tratados com respeito, como os demais trabalhadores de Indaial.  

Em relação aos trabalhos realizados pelo sindicato, o presidente elencou algumas solicitações apresentadas, destacando que o sindicato busca o constante diálogo para que a Administração Pública traga “as respostas para as reivindicações ou que apresente projetos de lei que atendam a demanda dos trabalhadores no serviço público de Indaial”. Entre os benefícios recentemente dialogados com o Poder Público, citou o projeto de lei que está tramitando na Câmara, o qual permite a redução de carga horária para os servidores que tenham dependentes com deficiência ou transtorno mental, e a lei que trata do auxilio transporte dos servidores.

Sobre as negociações referentes aos reajustes inflacionários do vencimento e do auxilio alimentação dos servidores, Ivo esclareceu que a Administração Pública já sinalizou a aplicação do INPC (Índice Nacional de Preços ao Consumidor), de janeiro a dezembro de 2022, nos salários dos servidores, para a data base de 1º de janeiro. Quanto à reivindicação para o emprego do índice no auxilio alimentação, englobando o período em que não houve reajuste, de maio de 2019 a dezembro de 2022, o presidente informou que recebeu a contraposta da aplicação somente do INPC deste ano.

O presidente do Sinserpi salientou ainda que Indaial possui uma boa margem de índice prudencial para a aplicação do aumento real no vencimento dos servidores, já que o limite de despesas com pessoal, estabelecido pela Lei de Responsabilidade Fiscal, é de 51%.

 

 

Assuntos: Geral