Você está em: Home » Município

Município

História

Por volta de 1850 foi onde tudo começou quando chegaram ao Vale do Itajaí, os primeiros imigrantes alemães comandados por Hermann Otto Blumenau, iniciando assim a colonização da região. Mais tarde esta colônia passaria a ser chamada de Blumenau. Em 1854 Hermann Otto Blumenau sobe a bacia fluvial do rio Itajaí do rio Itajaí-Açú, até a confluência do rio Benedito, guiado pelo caboclo Ângelo Dias. Ali chegando, encontrou um pequeno povoado à margem esquerda do rio Itajaí-Açú.

 

1860 é considerado o ano efetivo do início da colonização de Indaial, com o povoamento da região por famílias brasileiras oriundas do nosso litoral - Armação, Camboriú, Itajaí e Porto Belo. Essas famílias passaram a ocupar área anteriormente habitada pelos índios Carijós, construindo choupanas à margem esquerda do rio Itajaí-Açú, promovendo a derrubada da mata para a formação de suas primeiras plantações. Fixou-se o nome de localidade de Carijós, que hoje permanece identificando um bairro de Indaial.

 

Em 1863, oengenheiro Emílio Odebrecht, da Colônia de Blumenau, subiu o rio Itajaí-Açú, até a confluência dos rios Itajaí do Sul e Itajaí do Oeste, registrando em seu diário a existência de habitações na barra do Rio Benedito, onde hoje se ergue a cidade de Indaial. A expedição foi ordenada pelo diretor da colônia, Dr. Hermann Otto Blumenau, e o engenheiro Emílio Odebrecht contou, em seu trabalho de exploração geográfica e científica, com a colaboração do também engenheiro Augusto Wunderwalt, de origem alemã.

 

No ano seguinte, Emílio Odebrecht, numa expedição feita à Lages e Curitibanos, obteve os elementos necessários para proceder a abertura de uma picada que ligasse Blumenau ao planalto. Essa picada, em 1874, se transformou no picadão de cargueiro que, durante muitos anos, foi a única ligação entre o Vale do Itajaí e Lages e Curitibanos.

 

Tudo indica que Indaial foi, à princípio, um ponto de pouso. Quem subia de Blumenau ou descia de Curitibanos, terminava, em Indaial, uma etapa da viagem.

 

Em 1872 o engenheiro Emílio Odebrecht concluiu os trabalhos de medição e distribuição dos lotes coloniais, e o levantamento geral do Vale do Itajaí determinado pelo pioneiro Dr. Hermann Otto Blumenau, elaborando um mapa geral da colônia de Blumenau, onde aparece pela primeira vez o povoado de Indaial, ali mencionado com Carijós. Com a implantação da colônia de imigrantes alemães, as famílias brasileiras, oriundas de Itajaí, Camboriú e Porto Belo venderam suas posses ou propriedades aos colonos estrangeiros, ocasionando o movimento de sertanejos para outras terras ainda não ocupadas. A partir de 1875, começaram a imigrar os italianos, que, chegando à Blumenau, eram enviados à outras regiões, para se dedicarem à novas culturas. Subindo o rio Itajaí-Açú, muitos se instalaram em Indaial, e com eles, surgiram as primeiras plantações de arroz e em 1878 chegaram à Blumenau e também à região que hoje compreende o Município de Indaial, os primeiros imigrantes poloneses.

 

1886 - Pela Lei Provincial 1.116, de 04 de outubro, foi criado o Distrito de INDAIAL, pertencente ao Município de Blumenau.

 

1893 - Pela lei Estadual nº 92, Indaial é elevada à categoria de vila, ou município, como entendem alguns historiadores.

 

1894 - Em 29 de maio, anulado o ato que criou então o município de Indaial, reintegrado seu território novamente ao município de Blumenau.

 

1934 - A 28 de fevereiro, através do Decreto 526, assinado pelo interventor federal Aristiliano Ramos, aconteceu a restauração do município de Indaial, como território desmembrado do município de Blumenau, e em 21 de março, foi solenemente instalado, abrangendo aos então distritos de Ascurra e Apiúna. Neste mesmo ano, pelo Decreto 529, de 28 de fevereiro, criada Comarca de Indaial, desmembrada de Blumenau, cuja instalação ocorreu em 15 de abril.

 

1963 - Ascurra é elevada à categoria de Município, desmembrado seu território no Município de Indaial.

 

1989 - Apiúna é elevada à categoria de Município, desmembrado seu território do Município de Indaial.

 

2002 - Em 21 de março, Indaial comemorou 68 anos de sua emancipação política e 32 anos de sua já tradicional FIMI - Festa da Instalação do Município de Indaial, evento instituído por obra e inspiração do Clesunin - Clube do Estudante Universitário de Indaial, com o apoio da Prefeitura Municipal e segmentos organizados da comunidade indaialense.

 


Imagens



Símbolos

Brasão

Escudo português: Em formato muito usado na Idade Média e em Portugal, principalmente à época do descobrimento e da colonização do Brasil, evocando a origem de nossa raça - o Português como elemento étnico primordial.

Quatro flechas entrelaçadas: Equipamento de caça lembrando a presença dos primitivos donos das terras. Recordam, também o primeiro núcleo de povoamento do atual município de Indaial, denominado Carijós (índios predominantes na região). Suas disposições lembram, ainda o fato histórico de o povoado ter merecido logo, embora sem êxito, um traçado urbano: por esse motivo estão dispostas em quadro, em área perfeitamente delimitada como um lote ou um território definido.

Besantes de ouro: São os pequenos discos dourados, em número de trinta e quatro (para lembrar o ano de 1934, quando ocorreu a emancipação administrativa de Indaial), que representam os pequenos frutos do coqueiro indaiá. Estão dispostos nos limites do escudo, como demarcando o território municipal.

Coroa mural de ouro: É o antigo emblema das municipalidades e sua autonomia administrativa.

Lei Municipal Nº 664, de 2 de Fevereiro de 1972 - Institui as Armas do Município


Bandeira

Os Triângulo-Retângulos de fundo, alternados entre Vermelho e Branco consistem as cores das Armas do município (Vermelho), da Prata (Branco) e do Ouro (Amarelo) que é usada ao centro com o Brasão, formado quatro linhas retas que se cruzam ao centro e duas na diagonal O Brasão se ostenta sem seus ornamentos, restando apenas o Escudo e é circundado por uma borda Amarela. (Fonte: www.indaial.sc.gov.br)


Hino

Brasileiros Carijós,
Os que chegaram primeiro,
Imigrantes alemães,
Os colonos pioneiros.
Filho de terras distantes,
Em teu solo aportou,
Formando a gente que tens,
Um povo que sempre te amou!

Estribilho

Terra quente, (Oh Indaial!)
Do Verde Vale, (Oh Indaial!)
Tens o calor do coração
da gente que vive, que luta e canta,
Indaial, minha linda canção.

II

O Itajaí-Açú
foi caminho no sertão,
Testemunha do progresso,
Hoje, é recordação.
Indaiá, frondosa Indaiá,
A rainha das palmeiras
Deu origem ao nome que tens
Indaial, Indaial "altaneira".

III

Teu Progresso contagia,
Tuas festas de salão,
São exemplos de um povo
De trabalho e união.
A linguagem que tu falas,
Com sotaques estrangeiros,
São os teus filhos, Indaial
Orgulhosos de serem brasileiros.

Letra e música de Marino Patrício.



« Voltar
Total de visitas no site: 64388
Câmara Municipal de Indaial

Rua Prefeito Frederico Hardt, 148 Centro
CEP: 89130-000 - Indaial - SC
E-mail: secretaria@camaraindaial.sc.gov.br
Fone: (47) 3380-6900

Horário de Atendimento
08h30min às 20h30min
Redes Sociais